segunda-feira, 20 de junho de 2011

"GUARDARROUPA", "GUARDA ROUPA" OU "GUARDA-ROUPA"?


E que as novas regras ortográficas ainda nos deixarão loucos, disso não temos mais dúvida alguma!
E novas interrogações nos vão surgindo, fazendo-nos questionar antigas grafias e, não raro, inventar outras tantas, botando pra rodar na vitrola, uma vez mais, o bom e velho "samba do crioulo doido"!
Outro dia mesmo, durante uma aula, uma aluna me perguntou se a palavra "guarda-roupa", agora, não é mais escrita com o hífen. Naquele momento, recorrendo rapidamente à memória recente de leituras sobre o assunto, não me lembrei de ter lido, em lugar algum, a palavra em questão grafada sem o hífen ou mesmo "guardarroupa", como um outro estudante mencionou ter lido num determinado jornal.
A dúvida permaneceu até que eu pudesse, com a sempre valiosa e pontual ajuda do VOLP (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa), exterminá-la de uma vez por todas: "GUARDA-ROUPA" ainda se escreve assim, com hífen; não sofreu alteração alguma.
Mas esse é só um dentre tantíssimos outros exemplos de como a nova ortografia nos confunde e nos deixa perdidos com tantas - questionáveis - modificações!
Vale a pena lembrar que o período de convivência entre a velha e a nova ortografia termina no ano que vem e, por isso, precisamos nos preocupar em conhecer as mudanças e aplicá-las - ainda que a contragosto! - no cotidiano escrito do idioma!
Caso estejam curiosos para conhecer essa mui-excelentíssima ferramenta ortográfica que é o VOLP, queiram, por gentileza, clicar aqui e consultá-lo à vontade!
E aqui continuamos na defesa do bom uso e do bom proveito de nosso amado idiomaterno!
Grande abraço a todos!

Prof. Daniel Vícola

13 comentários:

Anônimo disse...

Professor, há um engano no seu texto. Como as regras só serão obrigatórias em 2013, apenas a partir de então o Novo Acordo Ortográfico e suas regras constarão no mencionado VOLP, acredito.
Não se utilizam hífens em palavras compostas cujos prefixos terminam em vogal seguida de palavras iniciadas com “r” ou “s“. A mesma regra serve para prefixos que terminam em vogal e palavras que começam com vogal. Assim, seu aluno estava certo. Guardarroupa é a grafia correta da palavra. As vezes soluções práticas e fáceis não são o melhor caminho.

Prof. Daniel Vícola disse...

Olá, Anônimo(a).
Acho que você não entendeu a nova regra ortográfica. Vamos lá: o critério mencionado por você é válido quando, no processo de formação da palavra, há o acréscimo de um PREFIXO a um RADICAL. Pois bem, acontece que, como você deve saber, a forma "GUARDA" não é um prefixo, e sim uma PALAVRA, ou, mais exatamente, uma forma verbal. Consulte qualquer manual ou cartilha - ou mesmo o próprio VOLP que, só para constar, já está atualizado de acordo com as novas regras ortográficas desde 2009 - para comprovar o que aqui afirmei.
Portanto o engano, neste caso, não foi meu.
O que não significa, logicamente, que eu ou qualquer outro profissional da área não possa cometer enganos, uma vez que a atual reforma apresenta, sim, muitos pontos controversos e passíveis de muito questionamento.
Espero que a questão tenha sido esclarecida.
Quanto às soluções "práticas e fáceis", aparentemente condenadas por você, mais uma vez, discordo plenamente. Consultar um bom dicionário é uma forma simples, prática e a mais eficiente que conheço de se resolver uma dúvida ortográfica.
Aliás, pesquisar é sempre uma forma muito prazerosa - e fácil! - de se aprender cada vez mais sobre os assuntos que nos interessam!
Obrigado pela visita.

Celo disse...

Olá, prof. Daniel! Td bem?

Eu estava procurando justamente por essa explicação! Muito bom! As pessoas estão realmente confundindo um pouco as coisas.
Gostaria de sua opinião a respeito da palavra auto-rádio. Vi em dicionários (conhecidos até) que a suposta nova grafia é autorrádio. Penso que neste caso, "auto" não é o prefixo latim que indica algo "relativo a si mesmo" e sim uma forma reduzida de "automóvel". Então seria o mesmo caso da palavra guarda-roupa, de não duplicarmos o "r" .
Autorretrato faz sentido (retrato de si mesmo), mas continuaremos escrevendo porta-retrato, não é mesmo? Pois "porta" aqui é uma forma do verbo "portar" e não um prefixo.
Então a pergunta que não quer se calar é: esse "auto" quando referindo-se a automóvel, também deve ser considerado prefixo (homônimo ao outro -auto) ou é uma forma reduzida do substantivo automóvel?? Duplicamos ou não o "r"? No VOLP não consta nada sobre essa palavra. E estariam os grandes dicionários errados??? A polêmica está no ar! rss! Abraços!

Prof. Daniel Vícola disse...

Oi, Celo!
Obrigado pela visita! Muitíssimo pertinente a sua dúvida, meu caro! (E muito bem expressa por você, cumpre avaliar!). A nova ortografia tem mesmo nos deixado malucos! E as dúvidas não são poucas. Nesse específico caso, citado por você, ocorreu-me uma outra palavra, relacionada à questão da forma abreviada "auto", referente a "automóvel", a palavra AUTOESCOLA. Nela, "auto" encaixa-se na mesmíssima condição do seu "autorrádio", figurando como uma forma abreviada do substantivo automóvel (que, por sua vez, em sua formação, traz o prefixo "auto" em sua significação original!). "Autoescola", agora, de acordo com as novas regras, escreve-se assim. Tudo junto. O que nos leva a pensar que, esse "auto", abreviação de "automóvel", também entra na dança do prefixo legítimo, "auto", para efeitos de nova grafia. O que acontece é que, como mudança (às vezes radical!) na grafia, as novas regras vão gerar muita polêmica e, junto a ela, milhares de dúvidas!
Sabe o pior? É que, em muitos casos, pode hever discordância entre a nova grafia de alguns termos. E isso só o tempo e o uso dessas novas formas é que vão nos orientar! Por enquanto, vamos pensando, discutindo, tentando clarear as ideias, como você bem fez agora!
Grande abraço!

Professor Daniel

Celo disse...

Olá, Prof. Daniel! Tudo bom? Agradeço a sua resposta! Realmente esse assunto ainda dará muito pano para manga, como diria minha avó! rss
Então estão mesmo considerando o "auto" de automóvel como um prefixo para efeitos de aplicação das novas regras ortográficas! Que coisa, não? Em minha modesta opinião, eu acho que deveria permanecer auto-rádio e auto-escola! rss
E eu não me acostumo de jeito algum com "ideia" sem acento! rss
E a terceira pessoa (sing. pres. ind.) do verbo parar sem acento? Nossa, não dá!! rss
Mas é isso, no começo é tudo estranho, mas depois acabamos nos acostumando! Fazer o quê!!
Abração e mais uma vez, obrigado!

Anônimo disse...

\°/
ADOREI!

ENTREI NO GOOGLE PARA TIRAR UMA DÚVIDA E O GOOGLE MA TROUXE ATÉ AQUI...

E AQUI PUDE "ALARGAR" MEUS CONHECIMENTOS!

PARABÉNS PROFESSOR! SÃO POUCOS BLOGS QUE ME PRENDEM TANTO COM O SEU ME PRENDEU!

Felipe Lima disse...

Prezado professor Daniel,

sempre detestei o estudo técnico da língua Portuguesa e procurei o meu aperfeiçoamento nela pela leitura constante e de bons livros.

Hoje tive a dúvida sobre a grafia da palavra GUARDA-ROUPA e encontrei, através do Google, o seu blog com uma excelente e agradável explicação.

Até então já tinha gostado do blog, quando vi um comentário pouco educado postado logo abaixo do seu artigo e adorei a sua resposta.

Quero lhe parabenizar pelo excelente trabalho e me colocar à disposição para divulgar ainda mais o seu blog com os meus mais de 50.000 contatos do Twitter e Facebook.

Twitter: @ProfFelipeLima

Facebook:
http://www.facebook.com.br/ProfFelipeLima
http://www.facebook.com.br/ProfFelipeLimaB
http://www.facebook.com.br/ProfFelipeLima3
http://www.facebook.com.br/ProfFelipeLima4
http://www.facebook.com.br/ProfFelipeLima5

Um abraço

Felipe Lima
www.sougenius.com.br

Prof. Daniel Vícola disse...

Puxa, Felipe, fico extremamente agradecido pelas suas palavras, sua visita e sua disponibilidade em divulgar meu trabalho! Este é um espaço de construção coletiva do conhecimento e toda e qualquer ajuda/contribuição sempre será muito mais que bem-vinda!
Agradeço, de coração, suas palavras!
Grande abraço e volte sempre!

Fernando Furlan disse...

Olá - bom dia

Preciso de ajuda com uma palavra que ainda não descobri a forma correta de se escrever.

Porta retrato ou Portarretrato ou Porta-retrato?

Obrigado

Atenciosamente
Furlan

Prof. Daniel Vícola disse...

Oi, Fernando!
Acabei de publicar uma postagem com a resposta referente à sua dúvida!
Abraço e obrigado pela visita!

Daniel.

Citizen 86 disse...

Eu acho esse acordo ortográfico um bela porcaria feita por políticos para agradar as editoras de livros de Portugal e Brasil. Ele apresenta muitos erros, e deixa muitas outras regras de fora. Nossa ortografia estava ótima do jeito que estava. Ao meu ver,deveriam somente mudar as regras dos hifens e a retirada do trema,este último,na prática,quase ninguém o usava mesmo. Sei que o obrigatoriedade das novas regras será a partir de 2016. Espero que até lá. alguma mente brilhante resolva acabar com esse acordo e criar um novo mais eficiente e menos complicado.

Benedito disse...

Professor Daniel, na dúvida, eu vinha escrevendo "guardarroupa", mas você deu um show de informação e eu já me convenci que eu estava errado. Abraço.

alejandro wahlysson disse...

eu não entendo..esse novo português esta me confundindo..vamos lá com a nova regra...SE O PREFIXO TERMINAR COM VOGAL E O SEGUNDO ELEMENTO COMEÇAR POR "R" OU "S" NESSE CASO DUPLICA-SE ESSAS LETRAS...ENTÃO na minha opinião GUARDA-ROUPA e VENDE-SE ficou assim...GUARDARROUPA E VENDESSE...